Prevenção de quedas em Idosos

Atualizado: 21 de Jul de 2020

A queda de idosos é um problema de saúde pública que cresce a cada ano no Brasil. Cerca de 30% dos idosos caem pelo menos uma vez ao ano no Brasil e esse número aumenta conforme a idade avança. As quedas podem ter grande impacto na vida do idoso, trazendo consequências graves (como fraturas, depressão e morte). Por isso, o melhor a fazer é evitar que ela aconteça.


Você sabia que cerca de 70% das quedas ocorrem dentro de casa e que não acontecem somente com idosos frágeis, mas também com idosos ativos? Algumas medidas podem tornar o ambiente domiciliar mais seguro.


Veja, a seguir, algumas dicas que ajudarão a prevenir quedas:


1. No quarto:


• Colocar uma lâmpada e um telefone próximo à cama; • Dormir em uma cama na qual seja possível subir e descer facilmente (cerca de 55 a 65 cm de altura); • Optar por armários com portas leves e maçanetas grandes para facilitar a abertura; • Organizar as roupas no armário em lugares que seja fácil de alcançá-las; • Não deixar roupas e objetos espalhados pelo chão do quarto.


2. Na sala e corredor:


• Manter o caminho de passagem livre de obstáculos, como mesas de centro, porta revistas e plantas; • Instalar interruptores de luz na entrada das dependências. Preferir os modelos que brilham no escuro; • Manter fios elétricos e de telefone fora das áreas de circulação, jamais no chão, como debaixo de tapetes; • Preferir cadeiras e sofás que tenham braços e não sejam muito baixos, pois o grau de dificuldade exigido para se levantar é maior.

3. Na cozinha:


• Eliminar tapetes que possam ocasionar escorregões; • Limpar imediatamente qualquer vestígio de líquido, gordura ou comida que esteja no chão; • Organizar os mantimentos e louças em locais de fácil alcance; • Prender bem os armários à parede e ao chão para servir de apoio ao idoso quando necessário; • Não subir em cadeiras ou caixas para alcançar algo que esteja no alto; • Não utilizar produtos que deixem o piso escorregadio.


4. Na escada:


• Não deixar objetos espalhados nos degraus; • Instalar interruptores de luz na parte inferior e superior da escada ou instalar detectores de movimento que fornecem iluminação automaticamente; • Eliminar tapetes localizados no início ou fim da escada; • Fixar tiras adesivas antiderrapantes em cada borda dos degraus; • Instalar corrimãos por toda a extensão da escada e em ambos os lados.


5. No banheiro:


• Colocar um tapete antiderrapante ao lado da banheira ou do box; • Instalar na parede um suporte para sabonete líquido; • Instalar barras de apoio nas paredes do banheiro; • Colocar tiras antiderrapantes dentro da banheira ou no chão do box; • Manter algum tipo de iluminação durante a noite; • Ao tomar banho, caso não consiga se abaixar ou não ter total firmeza, recomenda-se utilizar uma cadeira de plástico firme.


ATITUDES PREVENTIVAS DE ROTINA:


• Fazer exames oftalmológicos e físicos anualmente; • Ingerir a quantidade adequada de cálcio e vitamina D; • Expor-se ao sol diariamente por 15 minutos, antes das 10h ou depois das 16h sem protetor solar; • Praticar atividades físicas que desenvolvam agilidade, força, equilíbrio e coordenação; • Usar calçados com sola antiderrapante e manter o cadarço sempre amarrado; • Não andar pela casa apenas com meias nos pés; • Usar chinelos que fiquem firmes nos pés; • Evitar ingerir excessivamente bebidas alcoólicas; • Manter os medicamentos rotulados e guardados em um local adequado para armazenamento.


PRINCIPAIS FATORES DE RISCO ASSOCIADOS À QUEDA:


• Idade avançada (80 anos ou mais) • Sexo feminino • Histórico de quedas • Imobilidade • Baixa aptidão física • Fraqueza muscular de membros inferiores • Fraqueza do aperto de mão • Equilíbrio reduzido • Marcha lenta com passos curtos • Dano cognitivo • Doença de Parkinson • Sedativos, hipnóticos, ansiolíticos e polifarmácia.


Baixe aqui o nosso folder de Prevenção de Quedas